Band aposta em teledramaturgia para crescer

Elisabetta Zenatti quer atrair novo público para a emissora. A diretora-geral de programação e artístico da emissora aproveita os investimentos feitos em entretenimento e dramaturgia para conseguir elevar a audiência em programas que fujam do esporte e do jornalismo, tradicionais no canal. Não pretende combater uma concorrente específica. “Temos de roubar um ponto aqui, outro ali… Nossa batalha é contra todas”, explica. Italiana, Elisabetta se mudou para o Brasil há 10 anos e sempre trabalhou com televisão. O convite da Band veio depois que a produtora, a RGB, emplacou a novelinha infantil Floribella na grade da emissora. Por isso, uma de suas principais estratégias para alavancar os números da empresa é o núcleo de dramaturgia. A emissora estréia em maio Água na boca, que substituirá Dance dance dance.

Em 2007, a Band só perdeu em crescimento no Ibope para a Record. Qual é a meta para 2008? Nós não queremos projetar dessa forma, mas a Band está investindo muito alto em produção e isso é visto em todas as áreas. Acredito que vamos levar vantagem neste ano em função de todos os eventos que vão acontecer. Vamos passar por um período de eleições e a contratação do Boris Casoy é um alívio em relação a esse assunto. Além disso, temos as Olimpíadas de Pequim e o Campeonato Brasileiro. Percebemos que a nossa audiência subiu muito ano passado com as transmissões do Campeonato Paulista. Isso mostrou que o público ainda enxerga a Band como uma tevê voltada para o esporte.

Nesse caso, não seria melhor focar nesse segmento?
Entendemos que esporte e jornalismo já são tradicionais na Band. Com isso, conseguimos um público específico que nos assiste naturalmente. Não vamos deixar de valorizar esse tipo de programação, mas queremos ampliar e obter destaque em outros segmentos. Como na área de teledramaturgia, na qual já colhemos bons frutos.

Paixões proibidas não passava de três pontos de audiência e Dance dance dance está entre três e cinco. Por que esses números são considerados bons para a emissora?
Nós sabemos que essa conquista de público para a teledramaturgia da emissora será um processo lento. Podemos analisar da seguinte forma: Floribella era um sucesso nos parâmetros da Band e o máximo que deu foi seis pontos. Partindo disso, conseguir cinco com Dance dance dance é ótimo. Dramaturgia é uma questão de hábito e nós tivemos intervalos entre as três produções. A nossa estratégia para alavancar esses números é continuar optando por novelas leves, sem violência ou temas muito fortes. Em maio, estrearemos Água na boca, escrita pelo Marcos Lazzarini, que vai seguir essa linha.

Entre as emissoras da tevê aberta, existe alguma que preocupe mais vocês ou que seja estudada com mais cuidado nessa disputa pela audiência? Enxergo a Band lutando contra todas as emissoras. Não dá para negar que somos uma empresa menor. Sendo assim, precisamos aproveitar um pontinho que caia na audiência da Globo, dois na Record, três no SBT, e assim por diante. Mas, mesmo dentro dessa filosofia, buscamos sempre ter personalidade própria. Não é do meu interesse nem do de ninguém dentro da rede que a nossa programação seja baseada nas falhas da concorrência. Por enquanto está dando certo. Estou aqui há um ano e meio e os números do ano passado são bem motivadores.

Fonte: O Estado de S. Paulo

Anúncios

3 Comentários

Arquivado em Rádio e Televisão

3 Respostas para “Band aposta em teledramaturgia para crescer

  1. ela tem q investir muito maesmo pois as novelas são umas porcarias

  2. joao de oliveira

    Acredito na BAND,ela e uma emissora muito respeitada pelo pubico, e com a chegado de boris. a band vai da uma boa audiencia, isso e BAND prazer em ver

  3. Jr

    Além da Rede Globo,eu gosto também da Band!
    Só não concordo,quando o assunto é culto evangélico,isso é uma lástima.Até,poderia ser dito,que foi isso que fez você(s) perderem audiência.Também não concordo,porque o Saad é católico.Mas no resto,tudo certo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s