UM GRITO DE SOCORRO:Apoiados em sucesso da novela “Pantanal” A Revista on-line mostra a Atual situação da região Desmatamento pode levar a extinção do Pantanal, revela pesquisa

Com 2.621km de extensão, sendo 1.683 em território brasileiro, o rio Paraguai e seus afluentes inundam o Pantanal na época das cheias.

Sabe aquelas imagens que somos privilegiados ao Ver na novela “pantanal “?e que até aqueles que não são tão chegados em novelas ao zapear de canal tem a oportunidade de ver no sbt? as belas imagens de um patrimonio brasileiro um dos mais belos do mundo por sinal.

Então pesquisando noticias na internet de comoé a atual situação daquela região eu e deparei com diversas noticias muitas antigas a mais atual que encontrei e não tão animadora foi a plublicada pelo Jornal O dia do rio de janeiro no Dia 21/02/2008 com a seguinte chamada”Desmatamento pode levar a extinção do Pantanal, revela pesquisa ” Veja a matéria a seguir

 Um estudo divulgado este mês pela Fundação Getúlio Vargas de São Paulo mostra que o pantanal poderá desaparecer completamente em pouco mais de 45 anos, se o desmatamento de sua vegetação original continuar no mesmo ritmo de hoje.

O estudo encomendado pela ONG Conservation International (CI-Brasil) traz um perfil minucioso do crescimento da mineração no MS e o conjunto de atividades produtivas relacionadas à operação do Complexo, que surgiu em 2006 como um novo modelo de desenvolvimento econômico ao estado, até então alicerçado no binômio soja –pecuária.

Segundo a pesquisa, entre os anos de 1997 e 2005, um total estimado em 5,7 milhões de hectares de áreas nativas foram exploradas para a produção de carvão vegetal no Mato Grosso do Sul. A área de vegetação primária que foi convertida em matriz energética para os auto-fornos de siderúrgicas – principalmente as localizadas no estado de Minas Gerais – seria equivalente a 16% do território do Mato Grosso do Sul.

Gilberto JuvenalO

s pesquisadores alertam que, para atender às necessidades das siderúrgicas sem que se avance sobre a vegetação nativa, será preciso investir no plantio florestal em áreas degradadas não-aplicáveis à agricultura e localizadas fora da Bacia do Alto Rio Paraguai. Estima-se que em 2007 o volume de carvão vegetal consumido pelo CMS-MS foi de 240 mil toneladas. Para produzir esta quantidade de matéria-prima seriam necessários 5.500 hectares de áreas plantadas. O estudo projeta que, em 2015, a demanda pela matéria-prima vegetal chegue a 2,4 milhões de toneladas, o que exigiria uma área cultivada de 56 mil hectares.

Considerando que o ciclo de exploração do eucalipto é de sete anos, o estado do Mato Grosso do Sul terá que dispor de 392 mil hectares de florestas plantadas. Atualmente, a área reflorestada que fornece matéria-prima para a produção de carvão é de cerca de 30 mil hectares. “Percebe-se aí que, se bem planejado e sob os incentivos corretos do governo estadual, o enorme risco potencial à biodiversidade da região pode ser transformado em excelente oportunidade econômica para todo o estado”, afirma Paulo Gustavo do Prado Pereira, diretor de Política Ambiental da CI-Brasil.

Anúncios

4 Comentários

Arquivado em Papeando, Rádio e Televisão, Vale tudo!

4 Respostas para “UM GRITO DE SOCORRO:Apoiados em sucesso da novela “Pantanal” A Revista on-line mostra a Atual situação da região Desmatamento pode levar a extinção do Pantanal, revela pesquisa

  1. ricardo

    Fico indignado como alguns” Não generalizando” mas como alguns pantaneiros não dão valor a sua terra e contribuem com essa desvalorização do patrimonio nacional!

    sem falar na amazonia que daqui a poco ou vira certão ou deserto.

  2. ricardo

    acho que o sbt realidade poderia aproveitar o sucesso da novela pra mostrar a atual situacao do patanal

  3. joão bosco

    concordo com vc ricardo…ou até mesmo o sbt reporter…agora com materias exclusivas!!!

  4. Pingback: Audiência : casseita e planeta Com indices Estabilizados « ||REVISTA ONLINE||

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s